Veja as transferências mais impactantes dos sub-20 na janela

O investimento em jovens na Europa é cada vez maior, e nesta temporada, a soma gasta com jogadores sub-20 atingiu patamares jamais vistos. Muito em função da compra de Dembélé pelo Barcelona (uma reação à saída de Neymar para o PSG), mas também pelos negócios envolvendo Mbappé (oficialmente por empréstimo com opção de compra) e Vinícius Júnior (o valor que parecia alto já não assusta tanto assim). Confira as dez transferências mais impactantes envolvendo jogadores sub-20.

Ousmane Dembélé (Borussia Dortmund para o Barcelona) Foi a segunda transferência mais cara da história, num negócio que envolveu 105 milhões de euros e pode envolver mais 40 milhões. É evidente que as cifras foram condicionadas pela ida de Neymar ao PSG, mas isso não tira, em hipótese alguma, a qualidade de Dembélé, que já fez sucesso nas ligas francesas e alemã e agora tem pela frente o maior desafio de sua carreira.

Kylian Mbappé (Monaco para o Paris Saint-Germain) A negociação foi por empréstimo com opção de compra de 180 milhões de euros, de acordo com a imprensa francesa. E o PSG, ao que tudo indica, tem bala na agulha para fazer o negócio na próxima temporada. Junto com Dembélé, deverá ser titular da seleção francesa (marcou seu primeiro gol pelos Bleus nesta quinta-feira, contra a Holanda), e os dois têm tudo para, ao lado de Griezmann, formarem um trio de ataque pesadíssimo nos próximos anos.

Vinícius Júnior (Flamengo para o Real Madrid) A venda de Vinícius Júnior para o Real Madrid por 45 milhões de euros parecia o negócio mais assombroso da janela de transferências, mas agora, com essas somas de centenas de milhões, às vezes parece até um valor normal. O atacante de 17 anos já atua nos profissionais e ainda sofre para se adaptar, mas aos poucos mostra o enorme potencial que tem.

Theo Hernández (Atlético de Madrid para o Real Madrid) Lateral-esquerdo, Theo é o primeiro defensor da lista. Foi uma das revelações do último Campeonato Espanhol jogando emprestado pelo Atlético de Madrid ao Alavés, e a expectativa é que, no longo prazo, substitua Marcelo no Real Madrid.

Youri Tielemans (Anderlecht para o Monaco) Sondado por grandes clubes há muito tempo, Tielemans finalmente deixou a Bélgica. O destino é o Monaco, que vendeu vários jovens jogadores, e a tendência é que ele seja preparado para substituir Fabinho, que dificilmente permanecerá no clube para a temporada 2018/19.

Renato Sanches (Bayern de Munique para o Swansea) Peça importante de Portugal na conquista da Euro 2016, Renato Sanches não se firmou no Bayern de Munique, e com a contratação de Tolisso para o meio, foi negociado para o Swansea. Na Premier League, terá a oportunidade de se desenvolver.

Rúben Neves (Porto para o Wolverhampton) Volante com ótimo passe, Rúben Neves surgiu como craque no Porto, mas ainda precisa de um estágio final de evolução para chegar às grandes ligas. Ainda assim, a transferência para a segunda divisão inglesa causou estranheza em quem o vê como um jogador já capaz de alçar voos maiores.

Panagiotis Retsos (Olympiacos para o Bayer Leverkusen) Maior promessa do futebol grego no momento, Retsos chega ao Bayer Leverkusen para tentar se firmar na Bundesliga e mostrar que os 17,5 milhões de euros pagos pelos Aspirinas para contratá-lo foram bem investidos.

Ismalia Sarr (Metz para o Rennes) Ponta senegalês, Sarr foi destaque no Metz na temporada passada disputando 31 jogos e marcando cinco gols. Agora no Rennes, terá a missão de ocupar um posto que já foi de Dembélé. O sarrafo aumentou e a responsabilidade também.

Oliver Burke (RB Leipzig para o West Bromwich) Reserva de luxo na ótima campanha do RB Leipzig na temporada passada, o escocês Burke agora tem um desafio: se estabelecer na Premier League, em um clube que normalmente frequenta o meio da tabela. Promissor, o ponta começou a temporada na reserva.

 

Globo.com

Filed in: Tags:
blog comments powered by Disqus
© 2011 Sports21 | Running on BlogEngine.NET 2.5.0.6